Carregando...

Alunos do curso de farmácia promovem ação sobre Assistência Farmacêutica e Saúde Coletiva

Início Notícia
Publicado em: 11 de novembro de 2019

No último sábado, 9, alunos do curso de farmácia da Faculdade São Lucas Caçapava promoveram uma ação sobre Assistência Farmacêutica e Saúde Coletiva, no supermercado Shibata, sob a orientação da Profa. Ma. Simone Carolina Soares Preti E Silva.

A ação foi a execução do Projeto Integrador dos alunos do Curso de Farmácia do 2º período. O tema geral do PI é sobre a Assistência Farmacêutica e Saúde Coletiva, e a turma foi dividida em três grupos com temas mais específicos sobre a Assistência Farmacêutica.

O Grupo Alcoolismo na Adolescência foi até uma escola da rede estadual da cidade, em setembro. Na escola foi realizada uma dinâmica com os alunos, em que por meio de dinâmicas foi abordado o assunto do uso de álcool por adolescentes. Após a dinâmica, as estudantes apresentaram os problemas do uso do álcool e como isso pode afetar a vida do adolescente, de sua família e da sociedade.

O Grupo DST na terceira idade realizou dinâmicas com a população, e mostrou que o uso de camisinha não tira a sensibilidade, e ela deve ser usada por qualquer pessoa. Além disso, mostrou as principais DST’s, forma de transmissão e contágio, e como se prevenir, uma vez que dados da vigilância sanitária mostram o aumento de casos de DST e AIDS na terceira idade, principalmente por causa do não uso da camisinha.

O Grupo Polifarmacia na terceira idade falou sobre o uso de vários medicamentos ao mesmo tempo e elaboraram uma tabela de orientação farmacêutica. A tabela foi desenvolvida para que idosos e analfabetos possam utilizar.

O Grupo Assistência Farmacêutica para Surdos viu a importância da inclusão do grupo de deficientes físicos mais excluído da sociedade: os surdos. Eles criaram um pequeno manual de saúde em Libras, para ajudar qualquer profissional da Saúde no atendimento com deficientes auditivos. Mas, o foco era a Assistência Farmacêutica para Surdos.

Além das orientações em grupos, os alunos também realizaram aferição de pressão e medição de glicemia.

“O objetivo era que o egresso vivenciasse, na prática, a Assistência Farmacêutica na Saúde Coletiva. Desta forma, o aluno vivencia e entende o papel e a importância do farmacêutico na Saúde Coletiva de uma comunidade. Além disso, a população conhece melhor o papel desse profissional, que vai além das drogarias”, explicou a professora Simone.

Vamos Conversar?